Notícias

Cultura

Palop-TL: Procultura financia 12 projectos nos sectores da música e artes cénicas

O Procultura assinou, em 2021, 12 contratos para a implementação de projetos de investimento criadores de emprego e rendimento sustentáveis nos setores de música e artes cénicas nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa e Timor-Leste (Palop-TL).

Os contratos de financiamento e apoio técnico, avaliados em mais de 7 milhões de euros, foram atribuídos aos seguintes projetos:

Lote 1

  • Música e artes cénicas (Moçambique)
  • Cimboa – Património para o desenvolvimento sustentável (Cabo Verde)
  • Biss@u com música | Hub de música, espetáculos e intercâmbio cultural e artístico (Guiné-Bissau)
  • Recuperação, Valorização e Divulgação do Património Musical Cokwe (Angola)
  • Música gera Cultura. Música gera Economia! (Cabo Verde)

Lote 2

  • Resistência e afirmação cultural: pesquisar, preservar, contemporizar e circular (Angola, Guiné-Bissau, Cabo Verde, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e Portugal)
  • RECITE – Rede de Centros de Intercâmbio Teatral nos Países Africanos de Língua Portuguesa (Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Portugal)
  • MARIMBA (Angola, Guiné-Bissau, Moçambique e Timor-Leste)
  • Ur-GENTE – Centro de Artes Cénicas Transdisciplinar de Bissau (Guiné-Bissau)
  • Rizoma: projeto de desenvolvimento socioeconómico através da música e artes cénicas (Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Portugal)
  • Entreposto das Artes: São Tomé e Príncipe e Cabo Verde (São Tomé e Príncipe e Cabo Verde)
  • “Música para Todos!” – Ensino musical em Moçambique e Angola (Angola e Moçambique)

O PROCULTURA é uma Ação do Programa Indicativo Multianual PALOP-TL/UE, financiada pela União Europeia, cofinanciada e gerida pelo Camões, I.P. e cofinanciada também pela Fundação Calouste Gulbenkian. Tem como objetivo contribuir para a criação de emprego em atividades geradoras de rendimento na economia cultural e criativa nos PALOP-TL.

Foto: Joseph Phillips (Pexels)

Última Notícia
Próximo Evento
Menu